9ets News – Notícias Brasil – Urandir News-

9 et Urandir   News 2014   f6bc3 97luu2sz6p 522of0d9bp file jpg dimensions 460x305   urandir   Manifestantes da Paulista acreditam na prisão de Lula e esperam renúncia de Dilma

Em Brasília, manifestante fantasiado de pixuleco na frente do Planalto
Reuters

A maioria dos manifestantes que estiveram no protesto da Avenida Paulista neste domingo (13), 52,7%, acredita que ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será preso em decorrência das investigações que correm contra ele. Outros 15,9% acham que ele talvez seja preso. Quase 30% (29,4%) acreditam que Lula não será preso. 2% não sabem ou não responderam.

Os dados são de pesquisa realizada durante o protesto pelo Instituto Paraná Pesquisas.

No mesmo levantamento, 86,3% dos paulistanos que protestaram disseram que a presidente Dilma Rousseff deveria renunciar ao cargo. 11,1% disseram que ela não deveria fazer isso e 2,7% não sabem ou não responderam.

Entre manifestantes, Lula teria apenas 2% dos votos para presidente

Maioria dos manifestantes enfrenta problemas econômicos, diz pesquisa

Atos contra o governo têm público recorde em todo o País

Dilma: protestos mostram que País convive com diferenças

Oposição omissa

Apesar da pouca popularidade de Lula e do governo detectados na pesquisa, os manifestantes também não se mostraram satisfeitos com a atuação da oposição no País. Questionados sobre a atuação diante das denúncias enfrentadas pelo governo, a maioria dos manifestantes, 79,2% qualificaram a atuação da oposição na Câmara e no Senado como omissa, passiva ou branda.

Para o diretor do Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, o resultado explica as vaias recebidas por líderes da oposição, Aécio e Alckmin, no protesto da Paulista.

— O alto percentual da oposição omissa mostra claramente porque os opositores foram vaiados no protesto. Isso porque nos Estados as corrupções se misturam, há problemas em Minas, em São Paulo e no Paraná. Para os manifestantes é preciso ir às ruas fazer algo porque a oposição não está fazendo.

Os que consideram a atuação da oposição coerente e atuante somaram 17%. Os que não responderam são 3,8%.

A pesquisa foi feita na Avenida Paulista entre 12h30 e 18h com 1.200 pessoas maiores de 16 anos. A amostra tem grau de confiança de 95% e margem de erro de três pontos percentuais. 

9ets News e Urandir News
Notícias Brasil

Fonte: r7.com