9ets News – Notícias Brasil – Urandir News-

9 et Urandir   News 2014   c5bae 98m6lapfpp 8vj8o45gk file jpg dimensions 300x490   urandir   No Ministério Público, tem gente que não vale o que come, disse Lula. Confira mais frases polêmicas

Depois de ser interrogado, no dia 4, Lula foi até a sede do PT em São Paulo
Ricardo Stuckert/04.03.2016/Instituto Lula

O depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que foi divulgado pela Justiça está repleto de frases de efeito, ataques às acusações e muitas negativas sobre a propriedade de imóveis e ligações com empreiteiros.

O interrogatório durou mais de duas horas e teve momentos de tensão e irritação. Lula falou acompanhado de advogados e parlamentares do PT.

Confira como o ex-presidente respondeu a alguns temas polêmicos, fez piadas e criticou a condução das investigações. 

Pedir favores 

“Não, porque não faz parte da minha vida política, ou seja, eu desde que estava no sindicato eu tomei uma decisão: eu não posso pedir nada a ninguém porque eu ficaria vulnerável diante das pessoas”.

Servidores públicos

“Antes de eu chegar à presidência, o servidor público fingia que trabalhava, o governo fingia que pagava, o Brasil se f***, então, desculpe a palavra horrível, então nós resolvemos moralizar tudo isso, eu adotei como política o seguinte, é o seguinte, primeiro pagar em dia, eu só tenho credibilidade com as pessoas se eu pagar em dia, se eu fingir que pago e a pessoa finge que recebe alguém vai enganar alguém, então eu optei pela seriedade e isso vale para o instituto”.

A investigação do MP-SP sobre a propriedade do tríplex no Guarujá, incluída  em uma ação do Bancoop

“O senhor deveria estar entrevistando o Ministério Público, trazer o Conserino aqui e fazer pergunta para ele, para ele dizer que é meu, para ele dizer que o apartamento é meu, para ele dizer que eu paguei o apartamento, ele que tem que dizer, não eu”.

Deixar a Dilma trabalhar 

 ”E aí passamos a viajar, eu viajei muito em 2011, até porque eu queria sair do Brasil para não ficar atrapalhando a presidente que tinha tomado posse”.

Vocação

 ” Recebi proposta para ser conselheiro do Banco de Desenvolvimento da China não aceitei, recebi convite para ser conselheiro de empresas multinacionais que trabalham no Brasil não aceitei, porque eu não quero ser consultor e não sou conferencista, eu sou um contador de caso, de uma história de governança bem resolvida”.

Palestras

(pergunta do delegado da Polícia Federal:Quanto tempo o senhor leva para contar essa história?)

“Ah,depende, depende, quando eu estou, como diria, tem hora que me baixa o espírito do Chaves e do Fidel eu falo uma hora e meia, às vezes eu falo uma hora, falo uma hora e quarenta, uma hora e cinquenta”.

Ministério Público

“No Ministério Público tem gente extraordinária, mas tem gente que não vale o que come, e muitas vezes essas pessoas extrapolam”.

Imprensa

“Hoje as pessoas são condenadas pelas manchetes dos jornais, primeira você detecta o criminoso, aí você vai procurar o crime que ele cometeu, é assim que está a coisa aqui”. 

Câncer

“Há quem diga que o câncer que eu peguei foi por falta de cuidado, porque mesmo quando eu era presidente era a mesma coisa, ou seja, eu nunca fiquei um dia de descanso num lugar, eu ia, partia e voltava”.

Viagens

“Ah, eu viajei muito, eu viajei, eu fui o presidente que mais viajou na história do Brasil, se você pegar da proclamação da república até a minha chegada à presidência e você somar todas, eles não viajaram o tanto que eu viajei.

Conforto para fazer palestras no exterior

“Não, a maioria não, a maioria é avião alugado, se quiser me contratar tem que pagar avião, senão não contrata”.

Depoimento longo (no meio do interrogatório, Lula disse que iria tentar ser mais curto nas respostas)

” Eu vou tentar fazer menos discurso, vou ser mais rápido para facilitar a minha vida e a sua”.

Pagamento das palestras

“Acho que deve pagar quando eu faço a palestra, não sei se eles pagam antes, e se eu morrer e não for fazer a palestra? Aliás, o Bill Clinton veio fazer uma com 2 anos de atraso aqui, ele ia fazer a palestra no dia que morreu o Mandela, ele teve que ir para o enterro do Mandella, ficou devendo a palestra, veio pagar há 1 mês atrás”.

Futebol e desenvolvimento

“Quando o país está em alta, meu filho, todo mundo ganha. É como o time do Barcelona, quando o time está em alta todo mundo ganha, quando o time está em baixa, você pode vender ouro que você não ganha”. 

Saída para a crise 

“Pobre não é problema, pobre é solução. Empresta 1 bilhão para um rico, ele vai abrir uma conta pra fazer especulação, com a própria taxa Selic nossa. Empreste 50 reais para um pobre que ele vai comprar pão, ele vai comprar um chinelo, ele vai comprar uma coisa que vai fazer o mercado funcionar no dia seguinte”.

Folga presidencial

” Sábado e domingo pra mim era pra descansar. Se você for fiscalizar, durante 8 anos eu nunca conversei com um Ministro de domingo e nunca permiti que me ligassem de domingo. Não tem problema que não possa esperar uma segunda-feira”. 

Fotografia

“Eu participo de muita atividade e eu acho que eu sou mais fotografado do que qualquer pessoa nesse país, vai que eu falo uma bobagem e daqui a pouco aparece uma foto publicada, uma selfie”.

Transporte de bens para o sítio de Atibaia

“Vou falar uma coisa pra você, eu não pedi pra entregar no sítio nada porque o presidente é o último a saber das coisas. O presidente tinha que presidir o país, tinha que ficar ocupado”.

Vazamento de informações

“Eu fui presidente durante 8 anos, a Dilma já está há 5. Até hoje ela se queixa do vazamento das reuniões que ela faz, termina a reunião tem uma coisinha no jornal. No meu tempo a gente dizia que tinha um anão embaixo da mesa da Presidência da República, porque com a gente lá acontecia, e esses companheiros conseguiram comprar um sítio e ficaram de agosto, setembro, outubro, novembro, dezembro e janeiro sem vazar essa p****”.

Pedalinho 

Eu fico, acho que não é legal, eu fico constrangido de você me perguntar de pedalinho e de me perguntar de um barco de 3 mil reais, sinceramente eu fico… Eu fico chateado de ver um Delegado de Polícia Federal se preocupar com pedalinho”. 

Vinho e presentes

“Cada presidente que ia lá eu fazia questão de abrir um vinho gaúcho, eles elogiavam, não sei se estavam gostando ou não, mas elogiavam, quando eu comecei a servir vinho da adega; agora, eu também ganhei vinho, eu recebi muito presidente, Jacques Chirac me deu vinho, Sarkozy me deu vinho, Cristina Kirchner me deu vinho, o Chile me deu vinho”.

Triplex no Guarujá

“Na verdade quem deveria estar prestando depoimento aqui não era eu, era o procurador que disse que eu sou dono do apartamento, tem que provar que é meu”.

Decisão de não ficar com o apartamento

“Quando eu fui a primeira vez, eu disse ao Léo que o prédio era inadequado porque além de ser pequeno, um triplex de 215 metros é um triplex “Minha Casa, Minha Vida”, era pequeno. Era muito pequeno, os quartos, era a escada muito, muito… Eu falei “Léo, é inadequado, para um velho como eu, é inadequado.” O Léo falou “Eu vou tentar pensar um projeto pra cá.” Quando a Marisa voltou lá não tinha sido feito nada ainda. Aí eu falei pra Marisa: “Olhe, vou tomar a decisão de não fazer, eu não quero” Uma das razões é porque eu cheguei à conclusão que seria inútil pra mim um apartamento na praia, eu só poderia frequentar a praia dia de finados, se tivesse chovendo. Então eu tomei a decisão de não ficar com o apartamento”.

Lava Jato

“A Polícia Federal inventa a história do triplex que foi uma sacanagem homérica, inventa história de tríplex, inventa a história de uma offshore do Panamá que veio pra cá, que tinha vendido o prédio, toda uma história pra tentar me ligar à Lava Jato, toda uma história pra me ligar à Lava Jato, porque foi essa a história do triplex”.

Tenacidade de PF

“Petroleiro é que nem nego da Polícia Federal, bicho, não dá moleza não, não faz o que a gente quer. Faz o que quer”.

9ets News e Urandir News
Notícias Brasil

Fonte: r7.com