urandir   PMDB negocia com governo indicação ministerial que agrade bancada na Câmara

9ets News – Notícias Brasil – Urandir News-

9 et Urandir   News 2014   97d30 5wzohhkk9u 25c0x25obp file jpg dimensions 300x490 amp resize 300x490 amp amp crop 1199x1958 0 46resize 300x490 amp amp crop 1199x1958 0 46   urandir   PMDB negocia com governo indicação ministerial que agrade bancada na Câmara

Articulação dentro do próprio partido tem sido conduzida pela ministra Kátia Abreu
ABr

O PMDB negocia com o governo uma indicação ministerial que agrade a bancada do partido na Câmara. A articulação dentro do próprio partido tem sido conduzida pela ministra Kátia Abreu (Agricultura) em conversas com o líder peemedebista na Casa, deputado federal Leonardo Picciani (RJ), segundo integrantes do PMDB que acompanham a negociação.

O PMDB possui a maior bancada da Câmara — casa que analisa pedido de impeachment da presidente. A presidente Dilma Rousseff reuniu ministros neste sábado (19), no Palácio da Alvorada, para discutir o redesenho dos ministérios que deve ser anunciado até quarta-feira (23). Estavam entre os presentes os ministros Nelson Barbosa (Planejamento), Aloizio Mercadante (Casa Civil) e Valdir Simão (CGU).

Hoje, o PMDB detém o comando de seis pastas: Agricultura, Minas e Energia, Turismo, Pesca, Portos e Aviação Civil. Os dois primeiros, na avaliação de um ministro, não correm o risco de serem destinados a outras siglas. Já o ministério dos Portos e a pasta da Pesca devem se fundir com outros já existentes – Transportes e Agricultura, respectivamente.

Em novo ataque ao PT, Mendes diz que partido ‘avançou’ sobre o dinheiro público

Truco! Parlamentares mudam de ideia sobre CPMF

A reforma administrativa e ministerial tem ocupado a agenda da presidente ao longo da última semana. Ontem (18), o mesmo grupo se reuniu até o período da noite para realizar o levantamento da estrutura de todos os ministérios. Ao todo são 38 pastas.

O Palácio do Planalto determinou um estudo sobre a estrutura física, funcionários e o papel de cada secretário, além dos programas prioritários de cada pasta que podem ser realocados para outras no caso de fusão de ministérios.

A redução de ministérios é ensaiada pelo governo há quase um mês. O ministro do Planejamento anunciou o corte no dia 24 de agosto, em coletiva no próprio Palácio do Planalto. Na ocasião, a ideia surgiu como uma agenda positiva para minimizar o impacto da saída do vice-presidente Michel Temer (PMDB) da articulação política.

Temer passa o final de semana em São Paulo e não participa da reunião deste sábado (19).

Conheça o R7 Play e assista a todos os programas da Record na íntegra!

9ets News e Urandir News
Notícias Brasil

Fonte: r7.com