9ets News – Notícias Mundo & Urandir News-

9 et Urandir   News 2014   f8522 ap20021682671668   urandir   Após protestos e vácuo de poder, Líbano forma novo governo
Maioria do gabinete governamental será composta por indicações de partidos, enquanto manifestantes pediam nomeação de técnicos para superar pior crise econômica vivida pelos libaneses na história. Presidente do Líbano, Michel Aoun (à esquerda), encontra-se com o primeiro-ministro, Hassan Diab, nesta terça-feira (21)
Bilal Hussein/AP Photo
O primeiro-ministro do Líbano, Hassan Diab, anunciou nesta terça-feira (21) a formação de um novo governo. O novo gabinete é anunciado em meio a uma série de protestos que derrubaram o antigo premiê Saad Al-Hariri em outubro. Desde então, o país passava por um vácuo de poder.
“Eu saúdo os protestos. O novo governo vai trabalhar para atender às demandas dos manifestantes”, prometeu Diab.
Manifestante joga um vaso em bloqueio policial perto do Parlamento do Líbano, em Beirute, neste sábado (18)
Hassan Ammar/AP Photo
Porém, segundo a agência Associated Press, dificilmente o novo governo será capaz de interromper as manifestações. Enquanto o gabinete era anunciado, milhares de manifestantes ocupavam as ruas da capital Beirute e de outras cidades libanesas.
Os protestos pedem reformas profundas e um gabinete formado por técnicos que consigam acabar com a crise econômica pela qual o Líbano atravessa — a pior na história do país (leia mais no fim da reportagem).
Em declaração nesta terça, Diab prometeu resolver a questão da economia do país e fortalecer a moeda local, a libra libanesa — cotada a R$ 0,003.
“Vamos ser rápidos, mas não apressados, ao conduzir a situação econômica”, prometeu.
Os ministros que formarão o novo governo são, na maioria, especialistas apoiados por lideranças de partidos políticos. Entre eles, está o xiita Hezbollah — que, além do braço armado, tem uma militância partidária no Parlamento libanês.
Protestos no Líbano
Manifestante lança chamas a partir de spray contra policiais que cercam o Parlamento do Líbano, em Beirute, neste domingo (19)
Hassan Ammar/AP Photo
O Líbano passa por uma série de manifestações desde o ano passado, com protestos contra o establishment político libanês e a favor de novas medidas para o fim da crise econômica atravessada pelo país.
RELEMBRE: Manifestantes cantam ‘Baby Shark’ para criança
Manifestantes haviam, inclusive, dado esta semana como o prazo para que um novo governo fosse formado para a tomada de novas medidas. No fim de semana, houve confrontos entre ativistas e forças de segurança, sobretudo no centro de Beirute, próximo ao parlamento do país. Dezenas de pessoas ficaram feridas. Veja no vídeo abaixo.
Mais de 400 pessoas ficaram feridas em duas noites de protestos no Líbano

9ets News e Urandir Notícias
Notícias Mundo fonte g1.globo.com notícias & Urandir news