9ets News – Notícias Mundo & Urandir News-

9 et Urandir   News 2014   93e96 coreias   urandir   Coreias fecharão postos de vigilância na fronteira, diz Seul
Uma dezena de postos de vigilância que ficam na Zona Desmilitarizada serão abandonados como gesto de boa vontade. Após reunião de líderes em abril, Coreias têm clima de reaproximação. Soldados sul e norte-coreanos fazem segurança na linha que faz fronteira entre as duas Coreias, na zona desmilitarizada de Panmunjom
Korea Summit Press Pool / AFP
Seul e Pyongyang decidiram fechar os postos de vigilância ao longo da fronteira comum, uma medida que pretende aumentar a confiança mútua, anunciou o ministro da Defesa da Coreia do Sul em um momento de reaproximação na península.
A Zona Desmilitarizada (DMZ), que divide a Coreia em duas desde o fim da guerra (1950-1953), é, ao contrário do que o nome indica, uma das áreas mais militarizadas do mundo.
O ministro sul-coreano da Defensa, Song Young-moo, afirmou que seu país abandonaria uma dezena de postos de vigilância na fronteira como gesto de boa vontade.
“Isto significa que nós vamos nos retirar de um ou dois postos e vamos ampliar a medida de maneira progressiva”, afirmou no Parlamento, antes de explicar que a Coreia do Norte fará o mesmo.
“O Norte e o Sul aceitaram retirar postos que estão próximos entre eles”, completou.
“Os dois mais próximos ficam a 700 metros e vamos nos retirar daqueles que estão a menos de um quilômetro de distância”, disse.
Uma fonte do ministério procurada pela AFP se negou a confirmar se os postos serão efetivamente desmantelados.
Novo clima
A Guerra da Coreia terminou em 1953 com um armistício e não um tratado de paz, o que significa que Norte e Sul ainda estão tecnicamente em guerra.
Depois de dois anos de tensões provocadas pelos programas nucleares e balísticos da Coreia do Norte, a península registra desde janeiro um notável clima de reaproximação.
Um dos reflexos foi a reunião histórica organizada em abril entre o presidente sul-coreano Moon Jae-in e o dirigente norte-coreano Kim Jong Un na “cidade da trégua” de Panmunjom, situada na Zona Desmilitarizada. Nela, os líderes se comprometeram a assinar um acordo de paz ainda neste ano.
Como resultado dessa reunião, os dois países promoveram nesta segunda-feira uma nova série de reuniões de famílias que foram separadas pela guerra.
Em setembro, os dois líderes devem participar em outra reunião de cúpula em Pyongyang.

9ets News e Urandir Notícias
Notícias Mundo fonte g1.globo.com notícias & Urandir news